.st0{fill:#FFFFFF;}

Definição de nichos

Como definir seu nicho de coaching em 8 Passos

Por  William Tadeu

Você já parou para pensar que a coisa mais importante para o seu negócio de coaching, seja definir o seu nicho de atuação?

Pense bem, se você não tem um nicho, como define com que tipo de cliente vai falar?

Como você sabe, que tipo de conteúdo vai colocar no LinkedIn?

Que tipo de pessoa você vai prospectar no seu Sales Navigator?

Como será o seu método de se conectar com novas pessoas, se você não tem a menor ideia de que tipo de problemas você resolve com os seus conhecimentos?

​Entenda...

​O seu nicho de atuação, é o que norteia as decisões que você toma com relação ao seu negócio de coaching...

​Então, vou aproveitar que não temos lugar nenhum para ir por estes dias e te ajudar a definir o seu nicho de atuação!

1° Passo: entender a diferença entre mercado e nicho

Pense em mercado como um grupo de pessoas que tem problemas e dores parecidas. Nem todos do grupo precisam ter os mesmos problemas, mas eles precisam ter algumas coisas em comum.

Dores, desejos, estados, desafios, problemas e qualquer outra coisa que os una de alguma maneira.

Nicho, é o serviço que você se especializou em oferecer para este grupo de pessoas. É a doença que você se especializou em curar.

Entendeu a diferença? Então agora, pode ir para o próximo passo...


2° Passo: Quem são as pessoas que precisam do seu trabalho?

Encare uma verdade. Você não é bom o suficiente e nem braços o bastante para atender a todos os tipos de pessoas. Você precisa direcionar os seus esforços de comunicação, marketing, estudos e atendimentos a um grupo reduzido de potenciais clientes e é por isso, que neste passo, você vai fazer uma lista de grupos de pessoas que podem precisar do tipo de serviço que você oferece.

Este passo vai te ajudar a identificar com quais grupos você deve investir o seu tempo e esforços de divulgação.

3° Passo: Dores e desejos do seu potencial cliente

Você já deve ter ouvido alguém perguntar isso para você, mas o que você talvez ainda não tenha feito, é realmente pensar sobre quais são as dores e desejos dos seus potenciais clientes.

E eu tenho certeza que se fez, deve ter levantado no máximo umas 6 ou 7 delas. Pois bem, eu te desafio agora, em tempos de quarentena a identificar no mínimo 20 dores e 20 desejos desses clientes em potencial. Nada menos que isso.

Sem essa lista, nem adianta pensar em ir para o próximo item...

profile-pic

Encontrei o William através do LinkedIn, e decidi fazer a mentoria para captação de novos clientes. Depois te finalizar a mentoria, estou mais focada no meu nicho e tendo o retorno financeiro esperado e também consegui focar no nicho que eu quero atuar fortemente e ter clientes pagantes.

Neusa Mazzola - Coach de Emagrecimento Consciente
profile-pic

Recebi a indicação dos serviços do William de uma amiga psicologa que já tinha trabalhado com ele.

Precisava ter uma ideia mais clara sobre o público que iria atingir com meu novo produto, um curso de inglês para adultos. Queria um direcionamento de como produzir conteúdo relevante e específico para este público.

Consegui fechar a primeira turma já no Workshop de lançamento e uma segunda turma terá início ainda este mês. Conseguimos uma ótima conversão graças a definição de objetivos e a preocupação com o direcionamento claro do que seria oferecido.

Com uma linguagem simples e clara, o processo de definição de nicho e divulgação atingiu em cheio o público que eu precisava alcançar.

Stefania Martins - Instrutora de inglês, empresária em Lavras, MG

4° Valide sua lista de dores e desejos

Com a sua lista de dores e desejos em mãos, chegou a hora de validar estas informações com pessoas reais, que podem vir a se tornar os seus potenciais clientes pagantes.

Crie uma pesquisa no Google Forms e coloque suas ideias lá, envie para o maior número possível de pessoas que se encaixem no seu público alvo e analise os dados para pensar qual é o tipo de conteúdo, produtos e programas deverá criar primeiro, baseado no interesse e feedback que obtiver das respostas das pessoas.

Esse é ótimo passo para não começar no escuro a sua criação de conteúdo e ideias de produtos.


5° Defina um nome para o seu método de trabalho

Sabe o que as pessoas não querem comprar? Coaching!

Sabe qual última coisa que as pessoas pensam em comprar quando acordam pela manhã? Coaching!

Sabe o que menos interessa as pessoas nas suas conversas de amigo? Acho que você já sabe: Coaching!

Ao invés de sair por ai, oferecendo coaching para as pessoas, ofereça a solução para um problema específico.

Não importa se é ajudar mães que acabaram de ter um filho a emagrecer...

Não importa se é ajudar jovens líderes a serem promovidos...

Não importa se é ajudar coaches em começo de carreira a definirem seus nichos de atuação...

Não importa se é ensinar pessoas albinas, que mancam da perna esquerda e usam tapa-olho no olho direito a se casarem...

Você precisa criar um nome para o seu método e parar de vender coaching por ai...

​Inscreva-se!

​Webinário GRATUITO sobre funil de vendas para Coaches!

6° Passo: Não usar a palavra Coach... nunca mais... mesmo...

Do mesmo jeito que a você não deve usar a palavra coaching por ai, também não precisa ficar se posicionando como coach.

Ninguém acorda de manhã querendo contratar um coach.

As pessoas tem problemas reais (que eu espero neste momento você já saiba quais são).

Elas querem resolver um problema e não importa se você é coach, veterinário, terapeuta, curandeiro ou consultor. Elas vão procurar alguém que resolva o problema delas, e você precisa estar em posicionado quando elas forem te procurar...

Ao invés de coach de finanças, diga, analista financeiro...

Ao invés de coach de emagrecimento, diga, consultor de saúde...

Eu não sou muito criativo para os nomes que você vai usar, mas você pegou a ideia...


7° Explique o que você faz... como se eu tivesse 5 anos ou fosse muito, muito burro...

Na boa, você complica demais as coisas na hora de explicar o que faz, como faz e que resultados ajuda seus clientes a alcançar.

Na hora de falar sobre seu trabalho, você precisa fazer de um jeito que quem ouve, consiga entender imediatamente o que você faz, sem te perguntar nada que não seja quanto você cobra para fazer isso.

Veja alguns exemplos, para te inspirar a melhorar a sua mensagem:

Eu ajudo mães que estão acima do peso e com baixa estima, a voltarem a se sentir felizes com seus próprios corpos.


James Franco é um analista estratégico para pessoas que estão afundadas em dívidas. Ele oferece consultoria financeira para te ajudar a se tornar mais organizado com o seu dinheiro, eliminar suas dívidas e começar a fazer o dinheiro trabalhar a seu favor.


Joana Dark, orientadora de saúde, trabalha com nerds com sobrepeso, que estão com dores crônicas e estressados. Através do método "Programando Minha Saúde", elas os ajuda a criarem uma dieta que se encaixe em suas rotinas e os motiva a iniciar atividades físicas leves.


Eu ajudo Coaches em começo de carreira a definirem seus nichos de atuação, e venderem seus serviços de uma maneira que os clientes queiram comprar.

Percebe como todas as mensagem são simples, diretas, fáceis de serem entendidas até por uma criança de 5 anos?

Então, essa é a ideia!

Para de falar que o seu trabalho é levar as pessoas do ponto A até o ponto B...

Para de falar que vai ajudar as pessoas a se tornarem suas melhores versões...

Para de falar que vai ajudar a potencializar os pontos fortes e minimizar os pontos fracos...

Enfim, para de ladainha e de encher linguiça na hora de falar para as pessoas o que você faz, e pare de romantizar o coaching também... isso não te ajuda em nada...

Coaching é um conjunto de ferramentas, e nada além disso... o trabalho pesado é feito por você... este deve ser o foco da sua mensagem.


8° Divulgue, divulgue e depois, divulgue mais ainda...

Olha só, não sei se te falaram, mas o seu negócio, não vai se vender sozinho. Você precisa divulgar...

E precisa divulgar do jeito certo, para as pessoas corretas, com as ferramentas certas para o seu nicho de atuação...

A primeira regra aqui, é escolher uma rede social que o seu potencial cliente esteja usando... não importa qual, desde que ele esteja por lá...

Depois, é estudar tudo que for possível sobre como utilizar todas as possibilidades daquela rede social e tirar o melhor proveito de tudo que ela pode oferecer...

Faça videos, escreva artigos, crie campanhas, faça lives, webinários, workshops, posts, conecte-se com novas pessoas, faça postagens, enfim, tudo que fizer sentido para a rede que escolher...

E também, sempre ligue para as pessoas, este ainda é um excelente jeito de conquistar novos clientes e divulgar o seu trabalho...

Estes 8 passos acima são os que eu acredito serem fundamentais para você definir o seu nicho de atuação, e depois divulgar os serviços que você oferece.

Se você quiser um passo a passo muito mais detalhado, eu gravei um aulão, chamado: O passo a passo para a definição do seu nicho de atuação de coaching em menos de 37 minutos!

Que você pode assistir agora mesmo, apenas clicando no link acima ou aqui.

Além disso, você também terá acesso a uma planilha com todos os exercícios que eu uso com os meus clientes para ajudar a definir os nichos deles, e também vai ter acesso ao meu WhatsApp para tirar quaisquer dúvidas que você possa ter depois de assistir a aula 10000% gratuita.


Espero que este passo a passo tenha feito sentido para você e se precisar de algo, fique a vontade para falar aqui nos comentários!

William Tadeu


Ajudo Coaches em começo de carreira a definirem seus nichos de atuação, mesmo que não tenham a menor ideia de por onde começar.E também a criarem toda a sua estrutura digital, como sites, blogs, e-mail marketing e estratégias de vendas :)

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>